Tutoria 1 Hemicordados



Дата19.04.2016
Памер21.35 Kb.
#12084
Tutoria 1
Hemicordados
São um pequeno grupo de animais marinhos vermiformes que já foram considerados como um subfilo dos cordados. Possuem fendas branquiais como os cordados e supõe-se ser nesse grupo, uma notocorda. Atualmente, há uma concordância geral acerca de que a notocordados hemicordados, que não é homóloga ou análoga a notocorda dos cordados e que exceção feita a ambos os grupos possuírem fendas faríngeas, eles são de resto dissimilares.

Possuem duas classes- os Enteropneusta que são os mais comuns e os Pterobranchia pequenos animais que habitam tubos e que não são encontrados com freqüência.


Classe enteropneusta

São habitantes de águas rasas. Alguns vivem sob rochas e conchas, mas muitas espécies cavam o lodo na areia.Superfícies expostas pela maré estão freqüentemente salpicadas por cordões enrolados resultantes da exposição de fezes pos estes

animais.

Características:

-varia entre 9 e 45 cm de comprimento.Balanoglossus gigas pode exceder 1,5m de comprimento e construir galerias de 3 metros de comprimento.

-corpo cilíndrico e bastante flácido.

-o tronco constitui a maior parte do corpo

-possui uma fileira longitudinal de poros branquiais de cada lado de uma crista mediana dorsal.

-animais bastante vagarosos.

-espécies cavadoras constroem escavações revestidas de muco em lodo e areia.

-escavações em forma de U com duas aberturas na superfície.

-movimento possibilitado pela probóscide que se estira e se ancora.

-consomem areia e lodo nos quais retiram o material orgânico.

-possuem sistema vascular sanguíneo aberto.

-as fendas branquiais faríngeas estão localizadas na região anterior do tronco e são órgãos de trocas gasosas.

-o número de fendas pode varias de poucas até 100 ou mais pares.

-principais cordões nervosos são os mediano-ventral e mediano-dorsal.

-o sistema sensorial é composto por células neurocensoriais espalhadas pelo epitélio superficial.

-são todos dióticos.

-a maioria das espécies pode regenerar pelo menos algumas partes do tronco.

-massas de ovos envolvidos por um muco são espelidas na escavação.

-ovos são fertilizados por espermatozóides emitidos de machos das vizinhanças.

-desenvolvimento direto uma gástrula ciliada pode eclodir do ovo e o desenvolvimento prossegue diretamente, resultando no verme jovem.

-desenvolvimento indireto o embrião se desenvolve em uma larva , depois de uma existência alimentar planctônica , a larva torna-se circundadapor uma constricção.


Classe pterobranchia
A maioria dos zooloólogos acha que os pterobrânquios são similares ao ancestral comum tanto de equinodermos como hemicordados, mas o sistema embolacrário dos equinodermos , que se acredita que seja originalmente um mecanismo para captura de alimento, tenha-se originado de tais braços e tentáculos.

Características:

-Consiste num pequeno número de espécies.

-são animais raramente encontrados.

-a maioria deles é habitante de águas relativamente profundas.

-vivem em tubos secretados e são organizados em agregados e colônias.

-tem forma de escudo.

-presença de braços e tentáculos sobre o lado dorsal do colarinho.

-tentáculos pequenos e bastante ciliados.

-não existe fendas branquiais na maioria , as em alguns podem ser encontrado apenas um par.



Urocordados
São animais filtradores que apresentam notocorda na cauda, pelo menos na fase larval. O termo tunicado refere-se ao fato de todos os representantes deste táxon terem o corpo recoberto por uma túnica composta essencilamente por tunicida um isômero da celulose.

Características:

-a maioria é séssil, vivendo fixo as rochas, conchas pilares e cascos de navios.

-a larva planctônica mede cerca de 0,7mm de comprimento e se parece com um girino.

-a larva possui , fibras musculares, um cordão nervoso, um notocórdio e uma cauda afilada que é seu órgão locomotor.

-a boca na extremidade anterior está conectada a uma grande faringe, que é perfurada por fendas branquiais.

-a faringe desenvolve-se em uma grande câmara coletora de alimentos.

-na forma adulta a cauda, o notocórdio e o tubo neural sãoabsorvidos ou desaparecem.


Classe Ascidiacea- as ascídias- são representadas por cerca de 2000 espécies, solitárias ou coloniais , sésseis na fase adulta e livre-natantes na fase larval.

São monóicos, mas a autofecundação é evitada evido ao amadurecimento de ovários e testículos em épocas diferentes. Algumas espécies reproduzem-se assexuuadamente por brotamento.

Classe Thaliacea- inclui três famílias de organismos planctônicos: Salpidae, Doliolidae e Pyrosomatidae. Os representantes do gênero Salpa e Doliolum- as salpas e os dolíolos- somam aproximadamente 100 espécies que vivem em mares de águas quentes.

Um aspecto interessante do seu ciclo de vida é a alternância de gerações. Os Pyrosomatidae são tunicados coloniais , bioluminescentes.

Classe Appendicularia- são tunicados neotênicos, planctônicos , que apresentam uma “capa” muito elaborada, relacionada não somente com a proteção do organismo, mas também com a captura de alimento.
Cephalocordata
Anfioxos-ocorrem em todos os oceanos , próximo a praias arenosas. São organismos alongados, comprimidos lateralmente, livre nadantes que medem cerca de 5 cm de comprimento.

Características:

-São dióticos e as gônadas, saculiformes, não apresentam ductos genitais.

-não existe encéfalo verdadeiro.

-musculatura em miômeros, forma de “v” deitados separados pelos mioseptos.

-circulação realizada por lentas ondas de contração de alguns vasos.

-sistema respiratório pelasuperfície externa do corpo – pouco pelafarinfe.

-sistema reprodutor com numerosas gônadas com disposição segmentar.

-sistema digestivo filtrador, cavidade bucal, cirros, órgão rotatório, faringe suportada por uma estrutura rígida.

Classe Agnatha
Inclui os vertebrados fósseis mais antigos, que parecem ter sido os ancestrais dos demais grupos de peixes. A maioria está extinta, mas a classe é representada hoje em dia, por cerca de 50 espécies de lampreias e peixes-bruxa.

Os peixes agnatos logo invadiram a água doce e passaram a sofrer enorme diversidade adaptativa.

Características:
-as larvas chamadas amocetes , são cegas e vivem enterrasdas na lama, alimentando-se de partículas que filtram da água.

-já adultas as lampreias desenvolvem uma boca circular, dotada de dentes afiados, com os quais perfuram a pele dos peixes hospedeiros sugando seu sangue.

-não existe estomago nem baço.

-o fígado está presente, mas o pâncreas é representado apenas por células embutidas na parede do intestino e do fígado.

-sistema respiratório consiste em sete pares de bolsas branquiais que estão conectadas à faringe modificada, conhecida como tubo respiratório.

-rins são drenados por ductos arfrinéfricos.

-lampréias marinhas desenvolven-se por um estágio de larva, que leva de cinco a seis anos.

-pexes-bruxas também são hermafroditas, mas cada indivíduo só pode produzir ovos (na parte anterior da gônoda) ou espermatozóides (na parte posterior) a cada estação.


Classe Chondrichthyies
Tubarões e raias, com o esqueleto composto apenas por cartilagem. A maioria vive no mar.As espécies mais primitivas conhecidas eram marinhas.
Características:
-apresentam dois pares de nadadeiras, uma na região peitoral e uma na região pélvica.

-corpo coberto por escamas de origem epidérmicas (placóides).

-na lateral da cabeça pouco acima das nadadeiras peitorais, existem de cinco a sete fendas branquiais.

-faz fecundação interna.

Machos com nadadeira pélvica modificada, formando uma estrutura chamada clasper.

-muitas espécies são ovíporas( botam ovos que se desenvolvem fora do corpo da fêmea).

-outras espécies são ovovivíparas desenvolvem dentro do corpo da fêmea (alimentando-se de reservas dos ovos).

-poucas espécies são vivíparas ( embriões se desenvolvem no interior do corpo da fêmea, alimentando-se de substância retirada do sangue materno.

-desenvolvimento direto sem estágio larval.

Classe Osteichthyes
São peixes dotados de esqueleto ósseo. A classe inclui algumas espécies como esturjão, salmão, percas e peixes pulmonados.
Características:
-corpo recoberto por escamas de origem dérmica.

-a pele dos osteíctes apresenta inúmeras glândulas produtoras de mucos, que lubrificam a superfície do corpo e reduzem o artríto com a água durante a natação.

-a maioria apresenta uma bolsa cheia de gases acima do estomago (bexiga natatória).

-a bexiga natatória reduz a densidade do corpo, permitindo que o peixe flutue ou afunde na água.

-fecundação pode ser externa ou interna.

- espécies ovíparas e ovovivíparas, e muitas delas apresentam rituais de corte nupcial.



-o desenvolvimento pode ser direto em algumas espécies.

-o desenvolvimento também pode ser indireto, se considerarmos que os alevinos, formas jovens de alguns osteíctes ( dotados de olhos e barriga proeminentes), são estágios larvais.


Поделитесь с Вашими друзьями:




База данных защищена авторским правом ©shkola.of.by 2022
звярнуцца да адміністрацыі

    Галоўная старонка