Melhoria do Processo de Desenvolvimento de Software no Contexto de Jogos




Дата канвертавання22.04.2016
Памер21.16 Kb.
Melhoria do Processo de Desenvolvimento de Software no Contexto de Jogos

Vicente Vieira Filho 1

Reginaldo Valadares ETC 2

Scylla Costa ETC 2


1{vvf}@cin.ufpe.br

2{reginaldo, scylla}@jynx.com.br

__________________________________________________________________________________________



Resumo

As empresas de desenvolvimento de software, assim como as demais empresas, possuem vários problemas que variam desde atraso nos projetos e grande quantidade de bugs até a funcionalidade final distinta de planejada. Este trabalho aborda a melhoria do processo de desenvolvimento de software como solução para auxiliar no desenvolvimento mais rápido do jogo, mais previsível e em especial menos doloroso para todos os envolvidos.

Keywords: Processo de Desenvolvimento de Software, Qualidade de Software, Modelo de Melhoria.

__________________________________________________________________________________________

1 Introdução


Estudos de caso na área de desenvolvimento de jogos apontam para um mesmo problema: atraso nos projetos, grande quantidade de bugs e funcionalidade final distinta da planejada [6].

O desenvolvimento de software de qualidade assegurada, com elevada produtividade, dentro do prazo estabelecido e sem necessitar de mais recursos do que os alocados é sem dúvida um grande desafio da indústria de jogos. A qualidade dos produtos de software, no entanto, encontram-se fortemente relacionada à qualidade do processo [6].

Dessa forma, para melhorar as atividades de desenvolvimento e manutenção de software é importante à definição e uso de processos de software e esta tarefa envolve a complexa interrelação de fatores organizacionais, culturais, tecnológicos e econômicos [6].

No entanto, os processos são definidos pelo tipo de ambiente (empresa, cultura, tecnologia etc.) no qual atua de modo que os processos devem ser modelados a uma situação específica, a cada empresa, ou ainda a cada projeto.

Em muitos casos, a melhoria do processo de software consiste na adoção de um determinado processo (ex: RUP e XP) acarretando no surgimento de uma série de problemas. No caso especial da indústria de jogos, a adoção de um processo como o RUP pode significar a elaboração de grande quantidade de documentos e overhead e não se adequar a realidade da empresa. Do lado oposto, o processo XP possui também as suas limitações (gerência de requisitos, garantia da qualidade de software...).

O objetivo deste pôster é o de compartilhar a experiência obtida na implementação de um projeto de melhoria de processo de software em uma empresa de desenvolvimento de jogos, a Jynx Playware [3].


2 O Problema


A melhoria do processo de software têm sido um dos grandes desafios para as empresas que almejam a qualidade de seus produtos e do seu processo e este desafio é agravado no contexto de jogos.

O desafio tem início com a associação intrínseca da melhoria de processo com a disciplina de engenharia de software. A engenharia de software é vista por muitas pessoas como uma atividade complexa, estática e com enorme quantidade de documentação e overhead e esta visão termina sendo estendida e associada também à atividade de melhoria do processo.

O desafio continua, e se agrava, quando a iniciativa de melhorar o processo está desprovida de um modelo de melhoria ou guia para iniciar, planejar e realizar ações de melhoria. Neste caso, a falta de um guia para a realização das atividades implica no não-cumprimento de ações importantes para o projeto de melhoria do processo acarretando em inúmeros problemas que podem variar desde a perda de foco e objetivo a até mesmo a falta de patrocínio necessário e cancelamento do projeto.

Um outro ponto importante é com relação ao problema existente quando a melhoria de processo consiste na simples adoção de um processo pronto e adequação a realidade da empresa. Neste caso bastante freqüente, a adoção de um processo pronto (ex: RUP e XP) e sua simples adequação a empresa, ou ainda a sua aplicação direta, implica em vários problemas. Isto acontece devido a um único processo não poder servir a qualquer tipo de empresa ou projeto, pois os processos são caracterizados pelo tipo da empresa, área de atuação, cultura organizacional, tecnologias de desenvolvimento entre outros fatores. Desta maneira conclui-se que processos devem ser modelados a uma determinada situação.


3 Estado da Arte


Descrever como os outros fazem. No final indicar porque esta abordagem não funciona para você.

4 Abordagem escolhida


A solução abordada neste trabalho consiste na adoção da melhoria do processo de software, com base em um modelo para guiar as atividades de melhoria, de modo que o atual processo da empresa seja refinado e amadurecido para gerar um processo único em sintonia com a empresa ou projeto.

A utilização de um modelo para guiar as atividades de melhoria visa o cumprimento de todas as atividades relevantes ao projeto de melhoria. E ainda, a escolha do processo atual da empresa como base para as atividades de melhoria do processo visa garantir a definição de um processo próprio e sintonizado com a empresa.

Com relação aos modelos, os mais conhecidos e amplamente utilizados são o modelo PDCA e o modelo IDEAL [9]. Ambos os modelos consistem em um ciclo de atividades modelado para guiar a melhoria contínua. O PDCA é amplamente utilizado na área de negócios enquanto o IDEAL é voltado para a área de desenvolvimento de software.

O estudo desenvolvido e apresentado neste trabalho foca no modelo IDEAL e no modelo CMMI [8] - modelo utilizado por muitas organizações para identificar as melhores práticas e auxiliar no crescimento da maturidade do processo em desenvolvimento - e é fruto do resultado obtido na implementação de um projeto de melhoria do processo de software na empresa Jynx Playware.


4.1 Modelo IDEAL


O IDEAL é um modelo de melhoria organizacional, desenvolvido pelo SEI, que funciona como um guia para iniciar, planejar e implementar as ações de melhoria. O modelo IDEAL forma a infra-estrutura para guiar a organização no desenvolvimento de um programa efetivo de melhoria de processo.

Figura 1: Modelo IDEAL

O modelo consiste em 5 fases. A fase Inicial é responsável por colocar em prática a estrutura necessária para o sucesso do esforço de melhoria. Esta estrutura compreende tanto aspectos relacionados à infra-estrutura (recursos humanos e materiais) como o reconhecimento do estímulo para a mudança e contexto. O estímulo para a mudança influencia ativamente a visibilidade, controle e sucesso do projeto de melhoria enquanto o contexto é importante para definir as metas de negócio na empresa com relação ao projeto de melhoria. É fundamental alinhar as metas de negócio às metas do projeto de melhoria para construir e manter o patrocínio tão necessário ao projeto de melhoria.

A fase seguinte, a fase de Diagnóstico, é responsável por determinar o estado atual e o estado almejado. O diagnóstico está associado ao processo corrente, em que são encontrados os seus pontos fortes e fracos para a elaboração de uma série de recomendações.

As recomendações possuem grande importância na fase seguinte, a fase de Estabelecimento, para o planejamento específico de como alcançar o estado desejado. Dentre outras atividades, a fase é responsável planejar detalhadamente as ações de melhoria definindo calendário, tarefas, milestones, responsabilidades, entre outros.

As atividades planejadas durante as três fases anteriores são implementadas na fase de Atuação. Esta fase é responsável pela definição do processo propriamente. O processo é definido por grupos (TWG’s – Technical Work Groups) da própria empresa com o propósito de solucionar as necessidades identificadas previamente. O processo é definido e consigo também as ferramentas, conhecimentos e habilidades necessários para a sua implantação. Após a definição do processo, ainda na fase de Atuação, é escolhido um ou mais projetos pilotos para testar a solução encontrada. O processo é então refinado, a partir da experiência obtida com os projetos pilotos, e implantado na empresa inteira.

A fase de Aprendizado finaliza o ciclo de melhoria. Nesta fase as experiências obtidas durante o ciclo IDEAL são revisadas para determinar o que foi concluído, se o esforço de melhoria completou as metas almejadas e como a empresa pode implementar mudanças de forma mais efetiva e eficiente no futuro. Melhorar a habilidade de implementar mudanças é, aliás, uma das metas do modelo IDEAL. A revisão da experiência adquirida durante o ciclo proporciona a confecção de recomendações e propostas para melhorar futuras implementações de mudanças.

Ao final do ciclo IDEAL, como visualizado na figura, retorna-se a fase de Diagnóstico. A intenção é melhorar continuamente o processo. No contexto do presente estudo, a melhoria contínua representa alcançar progressivamente níveis de maturidade maiores do CMMI.



Descrever como você resolveu o problema.

5 Resultados


Descrever os resultados obtidos. Vale lembrar que resultados negativos também são importantes.

6 Conclusão

O beta-teste do FutSim foi extremamente válido para a Jynx Playware. Além de melhorar subs

7 Referências





  1. Fiorini, Soeli T., Staa, A., Baptista, Renan M. Engenharia de Software com CMM, Brasport, 1998.

  2. GameDev.net. Game Unified Process, http://www.gamedev.net/reference/articles/article1940.asp (26/08/04)

  3. Jynx Playware. http://www.jynx.com.br (06/08/04)

  4. Mark C. Paulk, Charles V. Weber, Bill Curtiss e Mary Beth Chrissis. The Capability Maturity Model: Guidelines for Improving the Software Process. Addison-Wesley, 1995.

  5. McConnell, S. Software Project Survival Guide: How to be sure that your first Important Project isn’t your last, Microsoft Press, 1998.

  6. Rocha, Regina R. C. Maldonado, José C. Weber, Kival C. Qualidade de Software: Teoria e Prática, Prentice Hall, 2001.

  7. Rollings, A., Morris, D. Game Architecture and Design. Ed. Coriolis, 2000.

  8. Software Engineering Institute. The CMMI main page, http://www.sei.cmu.edu/cmmi/ (26/08/04)

  9. Software Engineering Institute. The Ideal Model, http://www.sei.cmu.edu/ideal (26/08/04)


База данных защищена авторским правом ©shkola.of.by 2016
звярнуцца да адміністрацыі

    Галоўная старонка