Acanthoscelides obtectus




Дата канвертавання17.04.2016
Памер15.06 Kb.

Figura 7 - Acanthoscelides obtectus, suas fases de desenvolvimento e seu hábito de ataque aos grãos de feijão.

(FONTE: http://life.uiuc.edu/Entomology/insecthtmls/coleoptera.html).
Dentre as espécies de Callosobruchus, C. chinensis (L.) e C. maculatus (F.) são consideradas as mais importantes. Atualmente estão distribuídas em todas as regiões tropicais e subtropicais. São pragas importantes de ervilha, grão-de-bico e lentilha.

Zabrotes subfasciatus é particularmente importante praga das regiões tropicais e subtropicais da América Central e do Sul, de onde é originário. Embora ataque principalmente espécies de feijão, foi registrado infestando ervilha.

Família Carabidae

Os insetos da família Carabidae são de hábitos principalmente noturnos. Algumas espécies têm sido registradas em armazéns, no entanto, em pequeno número. São em geral membros da fauna local que acidentalmente extraviaram para o armazém.


Família Cerylonidae

Os adultos desta família são insetos pequenos, brilhantes e de forma oval; medem 1,5 mm de comprimento. Apenas uma espécie, Murmidius, em particular M. ovalis (Beck) tem sido encontrada regularmente em produtos armazenados e, principalmente, se os produtos são contaminados com fungos.


Família Cleridae

São conhecidas cerca de 2.000 espécies de Cleridae; a maioria são predadores e vivem nos trópicos. Entretanto, alguns membros da espécie Necrobia alimentam-se de produtos armazenados, tais como tortas de oleaginosas, queijos envelhecidos, embutidos entre outros. Em geral são insetos de tamanho moderado, cor brilhante, corpo pubescente e antenas formadas por 11 segmentos, sendo os três finais maiores. Nas espécies de produtos armazenados, os élitros cobrem todo o abdômen.



Necrobia rufipes (Degur): medem de 4 a 5 mm de comprimento, são de cor azul-escura ou quase preto, com os segmentos basais das antenas e pernas de cor vermelha. São encontrados em regiões quentes; não sobrevivem onde o inverno é rigoroso. É considerado praga primária da amêndoa.

Necrobia ruficollis (Fabricius): é bastante similar ao N. rufipes, no entanto, é facilmente reconhecido pelo fato de o protórax e o quarto basal dos élitros serem avermelhados.

Figura 8 - Três espécies de Necrobia que infestam carne seca e defumada. (A) Necrobia rufipes; (B) Necrobia violacca; (C) Necrobia ruficollis

(FONTE: htpp://entmuseum9.ucr.edu/ENT133/ebeling/ebeling7.html#sitophilus granarius).


Família Cryptophagidae

São insetos pequenos e medem de 1,5 a 4 mm de comprimento. Sua presença em armazéns indica geralmente condições inadequadas de higiene. Espécies encontradas incluem Cryptophagus e Henoticus.


Família Cucujidae

Os adultos desta família são caracteristicamente achatados e, em geral, medem de 1,5 a 2 mm de comprimento. As antenas são geralmente longas e medem, freqüentemente, a metade ou mais do comprimento do corpo. Os membros da espécie Cryptolestes são as mais comuns pragas secundárias de cereais e subprodutos armazenados. Oito espécies de Cryptolestes têm sido registradas infestando produtos armazenados. Cryptolestes ferrugineus (Stephens) pode sobreviver em temperaturas baixas dos climas temperados; seu ciclo varia de 103 a 17 dias em temperaturas de 21 a 38°C, e 75% de umidade relativa. As condições ótimas são 33°C, 70% U.R., quando o ciclo completa-se em 23 dias. No entanto, C. pusillus (Schönherr) é menos resistente a baixas temperaturas e umidade e C. pusilloides (Steel & Howe) é particularmente sensível à baixa umidade. Em razão do corpo achatado, estas espécies podem infestar grãos sensivelmente danificados, entrando pelas pequenas trincas ou fendas dos grãos ou em pacotes de alimentos processados. C. ferrugineus é a espécie mais comum e largamente distribuída, independentemente da temperatura. C. pusillus é também cosmopolita, no entanto é mais abundante no verão, em condições de umidade, por exemplo, no Sudeste da Ásia. C. pusilloides tem sido registrado em regiões tropicais e subtropicais do hemisfério sul. C. turcicus (Grouvelle) tem sido encontrado na maioria das regiões temperadas do mundo, especialmente em condições úmidas. C. capensis (Waltl) ocorre na Europa e no Norte da África e, provavelmente, estabeleceu-se na África do Sul. C. ugandae Steel e Howe é restrito da África Tropical. C. klapperichi é uma espécie pouco conhecida e, inicialmente, foi registrada no Afeganistão, mas foi também encontrada no Sul e Sudeste da Ásia. C. cornutus Thomas e Zimmerman é uma espécie recentemente descrita e foi encontrada na Califórnia em pimentas seca chilena procedentes da Tailândia.


Figura 9 - Cryptoleste pusillus. (A) adulto macho; (B) cabeça e antena da fêmea; (C) vista frontal da pupa; (D) vista lateral da pupa; (E) casulo mostrando a pupa no seu interior; (F) larva.

(FONTE: htpp://entmuseum9.ucr.edu/ENT133/ebeling/ebeling7.html#sitophilus granarius).

Família Curculionidae

Na família Curculionidae estão descritas cerca de 40.000 espécies e nela estão inseridas as principais pragas primárias, também conhecidas por gorgulhos de grãos armazenados. Os insetos adultos da família Curculionidae são caracterizados pela presença de uma projeção da cabeça em forma de tromba. No final desta estrutura, conhecida como rostro, estão as peças bucais. Embora esta família agrupe muitas pragas agrícolas destrutivas, apenas as espécies Sitophilus são importantes como pragas de armazenamento. As três espécies, S. zeamais Motschulsky, S. oryzae (L.) e S. granarius (L.) são as mais destrutivas de cereais armazenados; no entanto, em razão da semelhança entre as três espécies, serão descritas juntas.



S. granarius é similar a S. zeamais e S. oryzae, mas pode ser diferenciado deles pela ausência das asas posteriores que lhes permitem o vôo, e pela forma oval das pontuações sobre o protórax; S. zeamais e S. oryzae têm pontuações redondas. Os élitros de S. granarius são fundidos e de cor marrom, enquanto S. zeamais e S. oryzae apresentam quatro manchas amarelo-avermelhadas. S. zeamais e S. oryzae não podem ser diferenciados pelas características externas. Para discerni-los é necessário o estudo da genitália.

Figura 10 - Sitophilus granarius (A) adulto; (B) vista lateral do adulto; (C) larva; (D) vista frontal da pupa; (E) vista lateral da pupa; e (F) adulto de Sitophilus oryzae.



(FONTE: htpp://entmuseum9.ucr.edu/ENT133/ebeling/ebeling7.html#sitophilus granarius).
Os adultos do gênero Sitophilus são de vida longa (até um ano). As fêmeas chegam a ovipositar até 150 ovos durante sua vida. Os ovos são inseridos um a um dentro de pequenas cavidades abertas no grão pela fêmea; a cavidade é então coberta com uma secreção gelatinosa, selando o ovo no grão. Os ovos eclodem em aproximadamente seis dias, a 25°C; as larvas desenvolvem dentro do grão, escavando-o à medida que crescem. As larvas apresentam canibalismo sobre os indivíduos fracos ou pequenos; como resultado, raramente emerge mais que um indivíduo adulto de um simples grão de trigo ou de arroz, enquanto dois ou três podem emergir de um único grão de milho. O desenvolvimento completo é possível em temperaturas compreendidas entre 15 e 35°C, e levam 35 dias em condições ótimas, que são 27°C, 70% U.R. Em grãos com teor de umidade abaixo de 13%, aumenta a mortalidade, e ovos não são geralmente colocados em grãos com umidade abaixo de 10%. O desenvolvimento é acelerado em grãos com teor de umidade entre 14 e 16%.

As espécies de Sitophilus estão entre as mais difundidas e destrutivas pragas primárias de cereais armazenados no mundo. S. zeamais e S. oryzae são cosmopolitas, mas especialmente abundantes em regiões tropicais com temperaturas moderadas. Em regiões de frio moderado, assim como o Nordeste da Europa, estas espécies são largamente substituídas por S. granarius, que também é encontrado em regiões tropicais muito frias.


База данных защищена авторским правом ©shkola.of.by 2016
звярнуцца да адміністрацыі

    Галоўная старонка